Entenda o que é Construção Modular Industrializada e quais suas vantagens.

11/12/2018 Por: Brasil ao Cubo
compartilhar:

Seria ótimo poder construir um imóvel sem ter que passar por todo o transtorno de uma obra, não é mesmo? Sem o barulho, a sujeira, o desperdício, o atraso na entrega…. E se você pudesse ter sua obra pronta numa velocidade de 4 x mais rápido que a convencional? Com a construção modular industrializada, isso é possível. Vamos entender melhor?

Já existe no Brasil uma opção bem mais sustentável e rápida do que a construção convencional, feita em alvenaria. São os sistemas construtivos industrializados, já considerados o futuro da construção civil.

Na construção tradicional são utilizados tijolos ou blocos de concreto, além do concreto tradicional para execução de vigas, pilares e lajes. É um modelo artesanal, caracterizado pela baixa produtividade e enorme índice de desperdício, além da sujeira e gastos fora do planejado. E o que o sistema construtivo industrializado oferece de diferente?

Benefícios da Construção Industrializada:

  • O prazo de toda a execução é bem menor, chegando a ser ⅕ do tempo, quando comparado à construção convencional;
  • A matéria-prima é selecionada e avaliada por um rigoroso teste de qualidade;
  • Existe um maior controle de qualidade na execução de cada etapa;
  • Maior precisão geométrica;
  • Menos sujeira, menos desperdícios e menos consumo de energia e água;
  • Controle maior dos custos, portanto, orçamento mais preciso;
  • Planejamento mais efetivo e detalhado.

E, ao contrário do que algumas pessoas imaginam, a construção industrializada oferece uma grande flexibilidade no projeto arquitetônico, não limitando o trabalho do arquiteto. Também é um sistema capacitado para atender diversos tipos de obras: desde pequenos galpões até estádios, shopping centers, etc., além das construções habitacionais, claro.

Dentre esses sistemas construtivos, existe a Construção Modular Industrializada, que é o modelo que a Brasil ao Cubo trabalha. Entenda um pouco como funciona:

Ao invés de tijolos e cimentos, são construídos módulos, dentro de um “parque fabril”. Como o ambiente da construção é fechado, a obra não precisa ser paralisada por causa de mau tempo, como chuvas, sol forte ou ventania. E dentro da fábrica os trabalhadores atuam em conjunto, mantendo a equipe reunida em um mesmo ambiente, o que facilita coordenar esse trabalho. Além de ser muito mais seguro para esses trabalhadores, pois não ficam nas alturas, no sol quente, etc.

Existem construções em que os canteiro de obras são transformados em uma linha de montagem, onde os elementos são previamente industrializados, mas necessita que a obra aconteça no espaço externo, no terreno. Já as construções que a Brasil ao Cubo faz, são feitas dentro de um ambiente fabril e entregues prontas. Mas como?

É a união do modelo de construção modular com a construção industrializada, onde todos os módulos são feitos no ambiente fabril, depois são transportados para o terreno, necessitando apenas interligar os módulos com o exclusivo sistema plug and play! Essa é a maior vantagem de uma construção modular industrializada: sai pronta de fábrica! Veja abaixo um módulo de construção sendo feito dentro de um ambiente fabril:

Módulo em construção dentro do parque fabril

Percebeu as vantagens? Um complexo imobiliário é construído de forma industrializada, sem sujeira no terreno, sem perturbação de barulho por meses, é feita com menos desperdícios, de forma sustentável e depois é transportada para seu terreno. Chegando pronta, sua nova habitação ou espaço comercial é instalado em até dois dias, às vezes até no mesmo dia.

O método Plug and Play  que citamos anteriormente, foi criado pela Brasil ao Cubo e consiste basicamente em interligar os módulos que foram divididos de uma obra maior em pequenas “fatias”. Isso facilita na hora do transporte e na hora de replicar a obra em grande escala, personalizando cada cantinho, de acordo com o gosto do cliente. Isso pode ser para residências, clínicas médicas, escritórios, shopping centers, e diversos tipos de construções.

E se, após algum tempo, você (cliente), precisar se mudar para outro terreno ou até para outra cidade? A construção pode ir junto! Isso mesmo. Basta colocar os módulos no caminhão e transportar novamente para qualquer lugar do Brasil.

Qual método, dentro do Sistema Construtivo Industrializado, seria melhor para meu projeto?

Sendo feito dentro de um ambiente fabril ou no canteiro de obra, existe diferença de métodos, de acordo com a matéria prima utilizada na construção. Vamos falar aqui sobre os mais utilizados: Steel Frame e Wood Frame.

WOOD FRAME

Wood Frame é um método construtivo que tem como característica utilizar perfis de madeira. Claro que a madeira usada nesse material é tratada para resistir a ação da umidade e cupins. O ponto positivo é que a madeira utilizada é reflorestada e ajuda a reduzir a emissão do gás carbônico. Mas para construir nesse método ela precisa ser perfeita, reta, dentro do padrão. E para conseguir esse tipo de madeira não é tão fácil. Comparada com o aço, sua durabilidade é bem inferior.

Wood Frame: como é feita essa construção?

STEEL FRAME

O método Steel frame é bem parecido com o Wood Frame, só que, ao invés de madeira, são utilizadas estruturas de perfil de aço galvanizado. O revestimento é feito por placas, podendo conter madeira, drywall, o que você preferir. É o método construtivo mais confiável e mais utilizado nos Estados Unidos, no Japão e no Canadá.

O aço macio, utilizado no Steel Frame, é mais leve que a madeira, economizando mais de 50% do custo com a fundação, principalmente comparado com a fundação do método convencional, de alvenaria. Por ser leve, economiza até no transporte também. Esse aço é feito com materiais recicláveis, o que o torna mais ecologicamente correto! Legal, né?!

Para começar essa construção, primeiramente é feita uma maquete em 3D. Isso ajuda a reduzir os erros nas dimensões e na quantidade de materiais que serão gastos nas obras, dando assim, um orçamento mais real que reduz bastante a margem de erro. Quer ver um exemplo? Assista aqui o passo a passo de um projeto da Brasil ao Cubo para construir um escritório de agência publicitária.

Esse tipo de obra tem uma facilidade quando chega a hora das instalações elétricas, instalação de gás, ar condicionado, etc. E a manutenção também fica bem mais fácil. Confira abaixo como é essa estrutura:

Estrutura de STEEL FRAME

Esse método utilizando aço é como a Brasil ao Cubo trabalha. Além de utilizar o material mais reciclável do mundo, a construção é feita no modelo de sistema modular industrializado que falamos anteriormente, dentro de uma “fábrica”, produzindo cada espaço em módulos.

E as construções utilizando CONTÊINERES?

Existe um outro modelo de construção modular, que não entra na segmentação de sistema construtivo industrializado: são as construções em contêineres. Apesar de terem se tornado mais conhecidos, os contêineres não oferecem tantas vantagens quando comparados com os modelos citados anteriormente nesse texto.

Uma das desvantagens é que não permite tanta flexibilização de espaços, pois tem pé-direito baixo, limitações de projeto e nem sempre é viável economicamente. Por ser um espaço limitado, de poucas dimensões e também pelo contêiner ser um péssimo isolante térmico, acústico, é um modelo que não agrada a maioria dos clientes.

O uso do contêiner é um reaproveitamento dos cofres de cargas que ficam em portos de navegação. Por esse motivo, precisam passar por uma rigorosa avaliação e revisão do material para conferir se estão enferrujados e até se estão contaminados com produtos tóxicos, radioativos, químicos, etc. Também na hora da fabricação desses contêineres, é utilizado selante e uma tinta para a pintura que com o tempo soltam alguns solventes, e isso pode ser prejudicial à saúde também. Portanto, quando uma construtora recebe esse contêiner para começar uma obra, é necessário um tratamento adequado antes de começar a construção.

Por ser um material “pré-pronto”, o contêiner ainda não entra no estilo do sistema industrializado no nosso país, mas faz parte do modelo de construção modular, por ser uma construção feita em módulos. Para te ajudar a entender melhor as diferenças, veja abaixo esse quadro comparativo entre: a construção convencional, a construção modular em Steel Frame (que a Brasil ao Cubo utiliza) e a construção utilizando contêineres:

Construção Convencional x Construção do Futuro

A construção modular industrializada é a opção que vem ganhando admiração de engenheiros, arquitetos e construtores, pois além de oferecer benefícios de sustentabilidade, prazo mais rápido e uma obra mais limpa (por não gerar resíduos e entulhos), também oferece possibilidade de ampliação e transformação do projeto a qualquer tempo e alterações no layout. Uma casa modulada industrializada não tem limitações de design. Atende ao gosto de clientes que preferem algo mais tradicional ou clientes que preferem algo mais contemporâneo e moderno.

Isso mesmo. Cada construção pode ser adaptada ao seu gosto. Para isso é possível mudar a parte externa dos módulos com adesivação dos painéis, por exemplo, utilização de gesso e madeira, entre outras infinidades de acabamentos. E, na Brasil ao Cubo, você ainda tem a opção de mobílias, decoração, iluminação e diversas possibilidades de acabamento. Confira aqui um Guia Completo de como é feita essa construção.

Um outro nome que pode ser usado no lugar de “modular” é o “pré-fabricado”. A indústria da construção civil já enxerga as construções modulares como as construções do futuro! Mais ecológicas, sustentáveis, rápidas e seguras.

No final das contas, também acaba saindo mais barato do que o projeto convencional, pois já incluem no pacote as instalações elétricas, hidráulicas, etc. Além disso, a manutenção é bem mais fácil e causa bem menos transtornos, já que não é necessário quebrar paredes, o que causa muita dor de cabeça aos moradores ou usuários do espaço, não é mesmo?!

No ambiente fabril também é possível manter uma operação funcionando 24 horas por dia, se o cliente assim quiser, para agilizar a entrega.
Com uma equipe integrada e criativa de arquitetos, engenheiros e construtores multidisciplinares, você recebe sua obra 100% pronta de fábrica. Veja como poderia ficar a cozinha de sua casa, por exemplo:

Cozinha em construção modular industrializada

Não só para residências, a construção modular é apropriada para hotéis, hospitais, asilos, escritórios… vários setores. Também consegue atender bem a personalização no modelo de negócio de franquias, pois mantém a padronização e torna possível a velocidade da expansão.

Quer saber mais como poderia ficar seu novo projeto? Converse com um dos nossos executivos da BR3, sem compromisso. Compartilhe esse texto com seus amigos que pretendem construir e veja quem já sabe sobre construção modular industrializada.


Veja Também

  • 01.04.2019

    Sustentabilidade como Diferencial no Mercado

    A saúde do nosso planeta está em declínio, construções convencionais estão com os dias contados, e isso nos faz questionar: qual deve ser o futuro da construção civil?

    Leia Mais
  • 21.01.2019

    Como as Construtechs irão inovar a construção civil em 2019?

    Seu cliente pede um projeto de construção de um prédio de 7 andares. Você, com uma excelente equipe, estipula um […]

    Leia Mais
  • 29.01.2018

    Case Eraldo Construções: mobilidade para um projeto especial

    “Central de Negócios Imobiliários”. Este foi o nome dado a este projeto, que surgiu da necessidade de se criar um […]

    Leia Mais
Saiba tudo sobre as construções do futuro